Quais são as cinco principais atividades de um sistema operacional em relação ao gerenciamento de arquivos?

Os sistemas operacionais desempenham a função crucial de ser a ponte entre o hardware e o software de um computador. Eles fornecem um ambiente no qual o software pode ser escrito sem se preocupar com as particularidades do hardware subjacente, o que era necessário no início da computação. Existem muitos sistemas operacionais amplamente utilizados que diferem entre si em muitos aspectos, porém desempenham várias funções semelhantes, incluindo a execução de instruções básicas, compiladas ou interpretadas, e também a administração de processos, memória, entrada e saída, armazenamento, operações operações de rede e arquivo e pasta / diretório. Existem cinco funções principais no gerenciamento de arquivos que um sistema operacional deve controlar.

Criação e exclusão de arquivos

A criação e exclusão de arquivos são essenciais para operações computacionais. No primeiro caso, os dados não podem ser armazenados com eficiência, a menos que estejam organizados em alguma forma de estrutura de arquivos. No segundo caso, o armazenamento permanente seria preenchido rapidamente se os arquivos não fossem excluídos ou o espaço ocupado por eles será realocado para novos arquivos.

Criação e exclusão de diretório

Como corolário da necessidade de armazenar dados em arquivos, estes últimos precisam ser acomodados em diretórios ou pastas para permitir armazenamento e recuperação eficientes. Isso é particularmente verdade no caso de computadores pessoais em que os usuários precisam navegar para um ou mais arquivos específicos para acessá-los. Sem qualquer forma de compartimentação, isso representaria uma tarefa onerosa, se não impossível. Assim como ocorre com a exclusão de arquivos, é necessário excluir diretórios ou pastas desnecessários para manter o sistema arrumado.

Instruções de manipulação de arquivos

Como os sistemas operacionais permitem que o software aplicativo execute a manipulação de arquivos usando instruções simbólicas, o próprio sistema operacional precisa ter um conjunto de instruções no nível da máquina para permitir uma interface direta com o hardware. As instruções simbólicas do aplicativo precisam ser traduzidas em instruções no nível da máquina por meio de um intérprete ou compilação do código do aplicativo. O sistema operacional contém disposições para o gerenciamento dessa manipulação de arquivos no nível da máquina.

Alocação permanente de armazenamento

Os sistemas operacionais precisam poder atribuir arquivos e pastas ao local específico em armazenamento permanente para armazená-los e recuperá-los. Isso será registrado em um tipo de diretório de disco que varia de acordo com o sistema ou sistemas de arquivos que o sistema operacional utiliza. O sistema operacional incluirá um mecanismo para localizar os segmentos separados nos quais você dividiu um arquivo.

Backup de arquivo

Os arquivos representam um investimento considerável em tempo, esforço intelectual e, muitas vezes, também em dinheiro, para que sua perda possa ter um impacto severo. Os dispositivos de armazenamento permanente de um computador geralmente contêm vários componentes mecânicos que podem falhar e o próprio meio de armazenamento pode ser degradado. Uma função dos sistemas operacionais é evitar o risco de perda de dados fazendo backup de arquivos em mídia segura e estável adicional em um sistema redundante.

Referências

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário