Estrutura orgânica do Google

Segundo a Fortune e todas as revistas de negócios, o Google é a quarta empresa mais admirada nos Estados Unidos. Também foi considerada a melhor empresa para se trabalhar em 2007 e 2008. O principal motivo dessa admiração dos funcionários é sua estrutura organizacional multifuncional, mantida por meio de técnicas de gestão da inovação e liderança estelar.

História

Fundado em 1998 por Larry Page e Sergey Brin, o Google sempre operou com o lema “Não seja mau”. Esse código moral ajuda a orientar os funcionários, pois eles são os únicos responsáveis ​​pela gerência até certo ponto. Para manter o espírito de inovação, a empresa foi fundada para que os funcionários do Google prestem contas a si mesmos. Eles têm a liberdade de gastar 70% de seu tempo em tarefas atuais, 20% em projetos de sua escolha e 10% em novos projetos em qualquer área que desejarem.

Caracteristicas

A “regra 70-20-10” representa um guia de gerenciamento, mas também autoriza os funcionários a assumir riscos. Os executivos do Google incentivam funcionários e gerentes a trabalhar diretamente com outras pessoas, e não através de canais mais formais. Os executivos trabalham em estreita colaboração com funcionários e outros departamentos de uma forma multifuncional de gerenciamento. A comunicação aberta do Google contribui para a estrutura organizacional e sua política de idéias é um dos recursos de gerenciamento mais importantes. A equipe tem a sensação de que eles contribuem para os objetivos de negócios da empresa.

Função

Em vez de definir metas para eles, o gerenciamento do Google ajuda seus funcionários a atingirem as metas definidas por eles. A empresa considera seus gerentes líderes que facilitam a inspiração e a autonomia dos trabalhadores. A função do Google controla o gerenciamento de responsabilidades dos funcionários de maneira semelhante ao governo dos Estados Unidos, por meio de uma série de freios e contrapesos. Todos os funcionários expõem e avaliam os objetivos trimestralmente. Embora a gerência do Google faça sugestões, os funcionários usam indicadores que escolhem a si mesmos para medir seu progresso em direção às metas. Os supervisores agem como administradores para garantir que os funcionários cumpram seus próprios objetivos,

Efeitos

A liderança da empresa permite que os funcionários alterem os parâmetros de seus empregos quando necessário. Eles são incentivados a serem seus próprios líderes, avaliar seus trabalhos e propor melhores maneiras de fazer seu trabalho. Os líderes do Google querem que seus funcionários “pensem em voz alta” e mantenham discussões abertas sobre suas metas e planos de realização. A estrutura promove a transparência corporativa porque os funcionários são capazes de testemunhar e contribuir para a função de liderança. Como resultado, quase todos os funcionários têm acesso a quase todas as reuniões de gerenciamento. A gerência do Google percebe que cada funcionário tem uma participação na empresa e nos funcionários e, por sua vez, sente a responsabilidade pelo resultado dos projetos da empresa.

Benefícios

Os métodos do Google atraem os melhores talentos, pois o gerenciamento deles se concentra no controle por meio de uma visão compartilhada. Quando muitas empresas têm controles burocráticos e lineares, o Google permite que os funcionários definam e mantenham seus próprios padrões. Essas políticas de abertura se traduzem em uma estrutura corporativa distinta que inspira boa natureza e orientação. Os funcionários gostam de trabalhar no Google, mas não apenas por benefícios, como horários e bônus flexíveis, mas também pelo charme do trabalho resultante da estrutura de liderança multifuncional.

Referências

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário