Diferenças entre o NICD e o NIMH

As baterias de níquel-cádmio, ou NiCd, e as de hidreto de níquel-metal, ou NiMH, são dois tipos de bases químicas usadas nas baterias. NiCd e NiMH podem ser fabricados em qualquer tamanho ou potência, mas variam em desempenho. Além de ter bases químicas muito diferentes, esses dois tipos de baterias também exigem considerações de cuidados diferentes.

Desempenho

As baterias NiMH e NiCd produzem saídas de tensão quase idênticas, mas o NiMH é mais eficaz em dispositivos eletrônicos com drenos de alta potência. O NiMH tem uma capacidade maior do que as baterias de NiCd, resultando em um tempo de execução mais longo para dispositivos eletrônicos. As baterias NiMH também podem ser recarregadas 25% mais vezes que o NiCd.

Efeito memória

Para manter as baterias NiCd carregáveis ​​em seu nível máximo, elas devem estar completamente descarregadas antes de recarregar. Em comparação, as baterias NiMH podem ser recarregadas em qualquer ponto do ciclo, sem afetar seu desempenho. As baterias NiMH também são fabricadas sem cádmio, um produto químico perigoso que pode se acumular no ambiente.

Outras considerações

As baterias NiMH podem oferecer melhor desempenho, mas também têm quase o dobro da taxa de autodescarga do que as baterias NiCd. Isso significa que o NiMH pode perder sua carga em um dispositivo eletrônico muito mais rapidamente, geralmente exigindo o carregamento na noite anterior a cada uso. As baterias NiMH são mais eficientes em aplicações de longo prazo, mas com baixa carga de amperagem.

Especificações técnicas

Em uma célula “A” de célula dupla, uma bateria de NiCd tem capacidade para 700 mAh, enquanto uma célula de NiMH do mesmo tamanho pode armazenar até 1400 mAh. Isso representa um aumento de 100% na capacidade, embora o déficit triplo de células “A” seja ainda maior; uma célula NiCd tripla “A” pode ter uma capacidade de até 200 mAh, enquanto uma NiMH tripla “A” pode armazenar até 550 mAh.

Referências

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário