Diferença entre os protótipos alfa e beta

O processo de desenvolvimento do produto é vital para o fabricante ou desenvolvedor de software bem-sucedido. Ele deve ser projetado para facilitar simultaneamente o desenvolvimento da melhor maneira possível, incluindo mecanismos e testes de segurança suficientes para garantir um produto final sem problemas. Muitas empresas usam uma abordagem conhecida como design iterativo, na qual protótipos são usados ​​como base para desenvolvimento adicional.

Design iterativo

Design iterativo é o processo de desenvolvimento de um novo produto, dispositivo ou aplicativo de software através de uma série de estágios planejados previamente, em que cada estágio é marcado por uma nova versão mais desenvolvida do produto, chamada protótipo. Tradicionalmente, as duas primeiras e principais iterações de um determinado produto são chamadas de protótipos “beta” e “alfa”. Esta convenção é encontrada no desenvolvimento de hardware e software.

O protótipo alfa

O processo de desenvolvimento começa com o cenário “prova de conceito”. Nesse ponto, engenheiros e designers determinam se uma ideia de produto é possível. Uma vez que a idéia potencial positiva é estabelecida, um protótipo alfa é fabricado. O protótipo alfa é a primeira versão do produto a ser construída. Não se destina a ser totalmente funcional. Em vez disso, é usado principalmente para fins de teste para ajudar a estabelecer a direção de iterações futuras, eliminando recursos inviáveis ​​e aspectos de design no início do processo. Os elementos que sobrevivem a esse estágio são passados ​​para o próximo, que geralmente é conhecido como estágio beta.

O protótipo beta

Um protótipo beta, embora ainda não esteja totalmente funcional ou pronto para produção, é uma versão mais ou menos funcional do produto, com base em descobertas e decisões tomadas durante a fase alfa. No entanto, em geral, existem erros corrigidos e problemas de design ainda a serem resolvidos neste momento do processo. Por exemplo, os engenheiros de projeto de uma placa de circuito para um determinado dispositivo geralmente usam um protótipo beta para realizar testes em situações reais simuladas, observando os problemas que encontram. Esses problemas são analisados ​​e tratados até que um protótipo beta totalmente funcional seja fabricado. Esse protótipo é usado como base para os estágios finais de desenvolvimento.

Diferenças no desenvolvimento de hardware e software

Tanto o mundo da eletrônica quanto o desenvolvimento de software empregam práticas de design iterativas, mas de maneiras diferentes. Por exemplo, durante a fase beta do ciclo de produção de software, o desenvolvedor geralmente distribui o software a um grupo de testadores beta cujo feedback é parte integrante do produto final. Isso geralmente é inviável no mundo do hardware eletrônico, onde as iterações de protótipo são desenvolvidas por uma equipe de engenheiros com um ciclo de produção cuidadosamente projetado para garantir uma transição suave entre os estágios.

Referências

     

    Você pode estar interessado:

    Deixe um comentário