Comparação de um disco rígido externo e um disco rígido interno

Os discos rígidos de computador armazenam software do sistema operacional, aplicativos e todos os tipos de arquivos e dados diferentes. Os discos rígidos internos e externos podem ser usados ​​para esse fim. A operação de discos rígidos internos e externos é essencialmente a mesma (para armazenar e obter as informações necessárias para que os processos sejam executados pelo sistema operacional ou aplicativos).

Discos rígidos internos e externos

O disco rígido interno é chamado assim porque está localizado dentro do gabinete do sistema. Isso armazena todos os programas e dados. A maioria dos sistemas pode suportar vários discos rígidos internos. Pode-se usar como backup do sistema, uma unidade de inicialização alternativa com um sistema operacional diferente ou simplesmente para armazenar arquivos. Os discos externos são conectados ao sistema do computador através de uma porta USB (Universal Serial Bus, Universal Serial Bus), uma porta eSATA (External Serial Advanced Technology Attachment, acessório serial externo de tecnologia avançada) ou uma conexão FireWire se o sistema de hardware e software Ele a apoia.

Comparações entre discos rígidos internos e externos

Um disco rígido interno usa a energia fornecida pelo sistema. As conexões de energia e interface disponíveis no computador limitam o número de unidades internas que podem ser instaladas. Os discos rígidos externos que se conectam ao sistema através de uma porta USB nem sempre exigem uma fonte de alimentação separada, pois eles recebem energia através do cabo USB. Alguns discos rígidos externos (principalmente aqueles alojados em gabinetes) requerem suas próprias fontes de alimentação dedicadas.

Considerações

Todos os sistemas vêm com um disco rígido interno já instalado para funcionar corretamente com o restante dos componentes do sistema e com a capacidade de receber fonte de alimentação. Portanto, quando é necessário aumentar a capacidade de armazenamento permanente, é necessária uma consideração cuidadosa com relação ao tipo de disco rígido externo que deve ser adquirido. Esse processo deve começar determinando que tipo de interface de porta (USB, eSATA ou FireWire) está disponível no computador para conectar um disco rígido externo. Quase todos os sistemas mais novos têm pelo menos uma porta USB. Um disco rígido externo que usa uma porta eSATA pode exigir hardware e drivers adicionais.

Mais considerações

Depois que o tipo de interface que será usada pelo disco rígido externo for estabelecido, o tipo de informação que será armazenada nele deve ser considerado. Para arquivos grandes usando áudio e vídeo, é preferível uma interface de alta velocidade, como eSATA ou FireWire, pois eles fornecem taxas de transferência mais rápidas que as portas USB.

Benefícios

Entre os benefícios de um disco rígido externo, estão o backup completo do sistema, que, se necessário, vale o investimento, o aumento de espaço para arquivos muito grandes, menos confusão no disco rígido, o que o torna mais rápido, provisões para vários usuários organizarem seus arquivos e portabilidade, o que permite ao disco passar de um sistema para outro.

Referências

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário