Como usar um multímetro

Como usar um multímetro. O uso de um multímetro é uma das técnicas mais básicas em eletrônica. Ler um não é difícil, mas requer algum conhecimento básico. Tanto digital quanto analógico (as medidas são indicadas em um mostrador) podem ser encontradas hoje. Essas orientações se aplicam a ambas e somente às funções de cobertura usadas pelos sensores do multímetro.

Passo 1

Ligue o multímetro e conecte os sensores, se necessário. O sensor negativo é preto e o positivo é vermelho. Para algumas aplicações, isso é importante, enquanto para outras, não importa.

Etapa 2

Use os sensores para medir a resistência, colocando um em cada lado do componente a ser medido. Para esta função, os sensores podem ser trocados. Você deve desligar o item que precisa ser reparado e ajustar o multímetro à resistência, que pode ser simbolizada com um ícone em forma de ferradura. Anote os números na tela, esta é a resistência medida em ohms. Alguns multímetros têm a capacidade de verificar a continuidade ou conexões e fiação contínuas. Isso é verificado da mesma maneira que a resistência, mas o medidor se ajusta à continuidade (simbolizada por uma série de linhas curvas decrescentes). A continuidade é indicada com um tom.

Etapa 3

Medir a tensão requer que a eletricidade no dispositivo seja medida. Para medir a tensão CC, ajuste o multímetro para VDC. Toque o sensor negativo (preto) no chão e o positivo (vermelho) no ponto em que o circuito de tensão CC é verificado. A leitura de voltagem em volts será gravada na tela com um símbolo indicando a voltagem para o solo, um símbolo “+” pode ou não ser exibido na tela para indicar a voltagem que se afasta do solo. Para medir a tensão CA, ajuste o multímetro para VAC. A leitura também será em volts, embora não haja orientação na tensão CA.

Etapa 4

A verificação dos diodos é realizada ajustando o multímetro para verificar o diodo, que pode ser simbolizado com uma seta contra uma linha vertical. Desligue o dispositivo e meça o diodo colocando o sensor negativo no catodo do diodo (normalmente indicado por uma linha ao redor do final do diodo) e o sensor positivo no lado do anodo (não marcado). A maioria dos multímetros emite um tom primeiro, como quando indica continuidade e depois mostra a queda de tensão no diodo. Isso varia com o tipo de diodo, mas geralmente está entre 0,5 e 0,75 voltagens.

Etapa 5

A leitura da capacitância, nos medidores equipados com esta opção, requer a remoção do capacitor do circuito, a menos que o medidor seja medido em “capacitância do circuito”. Isso quase sempre é um recurso encontrado apenas nos medidores projetados para essa finalidade. Depois de remover o capacitor, defina o medidor para a capacitância que normalmente é simbolizada por uma linha curva e uma linha vertical. Alguns capacitores têm um lado positivo e um negativo, mas outros não. Se houver um lado negativo, ele será indicado por uma linha ou mesmo símbolos e o sensor negativo deverá ser colocado nessa indicação, positivo na outra. Se um lado negativo não for indicado, a orientação do sensor não será importante. A medição da capacitância levará vários segundos para registrar e será exibida em farads.

Etapa 6

Desligue o medidor quando não o usar e mantenha os sensores para que não fiquem danificados.

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário