Como saber se um site oferece informações verdadeiras

Algo maravilhoso e irritante ao mesmo tempo em relação à Internet é que quase qualquer um pode abrir uma página da Web em questão de minutos. Não há dúvida de que é uma grande ajuda para a liberdade de expressão, porque você pode enviar uma mensagem e comunicar algo ao mundo inteiro sem gastar muito dinheiro ou esforço por isso. Mas isso também implica que você não deve esquecer que muito do que está na Internet tem tanta veracidade quanto o que alguém na rua pode pedir para você perguntar sobre sua opinião. Portanto, você deve usar o bom senso e o olhar crítico para determinar se as informações encontradas na Internet são precisas ou não.

Passo 1

Veja as fontes. Se o site for publicado por um departamento governamental, como o CDC ou o IRS, é mais provável que as informações oferecidas sejam precisas e tenham sido verificadas por várias fontes especializadas antes de serem publicadas pela organização. Pelo contrário, se a informação começar no blog de um usuário em particular, seria apropriado ser muito mais cético, especialmente se o escritor não possuir credenciais reconhecidas no campo que está sendo tratado.

Etapa 2

Verifique o site para descobrir qual é seu objetivo. Se ele está tentando vender algo para você, existe uma segunda intenção e você deve levar com uma pinça todas as declarações feitas lá, mesmo que seja garantido que elas sejam endossadas por “especialistas”. Da mesma forma, uma página da web criada para persuadi-lo de um ponto de vista específico também pode manipular informações para apoiar sua opinião, ignorando outras evidências ou fatores.

Etapa 3

Avalie o tom geral da web. Se a fonte é confiável, ela deve ser equilibrada e abordar os dois lados de um argumento sem se inclinar para um ou outro. E mais uma vez, se o site faz generalizações exorbitantes ou promessas irrealistas, provavelmente não é uma fonte confiável, mesmo que algumas informações sejam tecnicamente precisas. Da mesma forma, uma página mal escrita, com numerosos erros gramaticais e uma má apresentação, terá que ser avaliada mais criticamente do que uma escrita profissionalmente e com um tom marcadamente competente (embora redigida por especialistas e exibindo alta A qualidade da produção não garante a precisão).

Etapa 4

Pesquise as fontes das informações oferecidas pelo site. Sem fontes, o que você escreveu é tão confiável quanto o que alguém que termina seu discurso com um “porque eu posso dizer” pode lhe dizer. As fontes também devem ser de ótima qualidade. Você achará útil saber diferenciar fontes primárias e secundárias. Por exemplo, o texto de um estudo publicado em uma revista revisada por pares é uma fonte primária, enquanto um artigo que relata um estudo científico é uma fonte secundária. Os primários são geralmente mais confiáveis ​​que os secundários. Os jornalistas não podem investigar em profundidade o que estão escrevendo, para que possam oferecer alguns detalhes errôneos em seus artigos.

Etapa 5

Verifique se existem outras fontes que corroboram as informações fornecidas pelo site. Normalmente, se um dado for real e preciso, ele será publicado em mais de um local. Se um dado fato existir apenas em uma página da web específica e não for corroborado por qualquer outra fonte disponível, você deve suspeitar de sua veracidade.

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário