Como reparar o processo do sistema ocioso no Windows XP

Os computadores se esforçam para otimizar seu desempenho, tentando usar todos os ciclos possíveis da CPU durante cada segundo de operação. No entanto, quando as demandas da CPU excederem sua capacidade de processamento, o sistema falhará, enfrentando um comportamento lento e causando tarefas rotineiras, como a navegação na Internet, a tornarem-se complicadas. A solução desse problema envolve reparar a guia de processo ocioso do sistema no gerenciador de tarefas, liberando os ciclos de processamento para que sejam utilizados pelos programas que mais precisam, a fim de otimizar o desempenho diário do seu equipamento.

Passo 1

Pressione as teclas “Control”, “Alt” e “Delete” simultaneamente no seu computador para abrir o gerenciador de tarefas. Uma vez dentro do gerenciador de tarefas, clique na guia que diz “Processos”. Isso abrirá a lista completa dos programas que estão sendo usados ​​no momento pelo seu computador. A figura do processo inativo do sistema representa o número de ciclos livres de CPU no seu computador. O objetivo é melhorar esse número o máximo possível.

Etapa 2

Revise a lista e finalize os processos que você não está usando no momento. Não termine nenhum processo que diga “Sistema”, mas não hesite em interromper aqueles atribuídos a um usuário específico. Para conseguir isso, clique no processo e pressione o botão “Finalizar processo”. Limitar a quantidade de processos ativos melhorará o processo inativo do sistema, otimizando o desempenho do seu equipamento.

Etapa 3

Vá para o menu “Iniciar” e clique em “Executar”. Digite “msconfig” na caixa de texto e pressione “Enter”. Na janela pop-up exibida, consulte a guia “Iniciar”. Uma lista de todos os programas que o seu sistema carrega quando inicia é exibida. Clique para remover a marca na caixa de seleção ao lado de cada programa que você não precisa. Isso liberará ciclos adicionais do sistema.

Etapa 4

Reinicie o computador assim que terminar de fazer as alterações.

Referências

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário