Como nomear suas pinturas

Os artistas variam em como escolher os títulos de suas obras. Alguns começam com um título, mesmo antes de começar a pintura. Outros esperam terminar, depois baseiam o título nos sentimentos que os inspiram. Ainda assim, outros preferem não lhes dar um título ou simplesmente baseá-los no assunto. Conhecemos muitas pinturas famosas, não pelo nome original, mas pelo nome dado a eles por historiadores de arte ou museus. A escolha de nomes para suas pinturas é baseada principalmente no que você se sente confortável.

Passo 1

Decida se você vai usar um sistema. Alguns artistas nomeiam suas pinturas em série. Um grupo de pinturas de Nova York ou inspirado por esse lugar pode simplesmente ser chamado de “Pintura de Nova York 1”, “Pintura de Nova York 1” e assim por diante.

Etapa 2

Tome nota das frases que o inspiram ou que ressoam com os temas do seu trabalho. Escreva-as em um diário ou em seu caderno de desenho. Ao nomear uma pintura, consulte sua lista para ver se algum dos nomes anotados se aplica.

Etapa 3

Inspire-se no assunto da pintura. Historicamente, as pinturas costumavam ser chamadas de assunto, com títulos como “Homem de armadura” ou “Paisagem com edifícios agrícolas”. Apesar da simplicidade, esses títulos conferem versatilidade às pinturas.

Etapa 4

Considere os temas da pintura. A adição de um título que se refira a eles pode dar dimensão à pintura. O pintor vitoriano Walter Sickert intitulou a pintura de uma mulher de “mulher veneziana (chantagem)”. A adição da palavra “chantagem” confere à pintura uma ressonância emocional totalmente diferente.

Referências

Categorias Internet
 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário