Como funciona a transmissão e o sinal de um telefone celular?

Os telefones celulares usam a tecnologia existente há muitos anos, mas ela não era aplicada à comunicação móvel até os anos 80. Os telefones celulares modernos são notáveis ​​devido à sua mobilidade. Os usuários podem conversar um com o outro, conversando ao mesmo tempo e mudando para locais diferentes, graças à maneira como os celulares enviam e recebem sinais de torres próximas.

Telefones celulares

Os telefones celulares são realmente rádios. Eles operam de maneira semelhante aos comandos de rádio, com várias diferenças importantes. Os comandos de rádio usam um sinal de rádio individual em um canal para conversar a curtas distâncias. Os telefones celulares usam várias frequências para que dois usuários possam conversar ao mesmo tempo e ter a tecnologia expansiva que lhes permite usá-los em locais muito distantes. No entanto, a tecnologia básica, que inclui transmissores e receptores, é a mesma.

Frequências

Os telefones celulares usam frequências de rádio para enviar e receber informações que se traduzem em som. A qualquer momento, o telefone celular envia informações em pelo menos duas frequências diferentes, uma para enviar informações e outra para recebê-las. Existe uma faixa de frequência específica que foi especificamente eliminada pelos provedores de serviços móveis para uso com esse objetivo. Ao contrário de um comando por rádio, o usuário não controla a frequência que está usando.

Sinais de celular

Os telefones celulares não apenas enviam sinais um para o outro, embora a maioria tenha essa capacidade. Em vez disso, eles enviam seus sinais para as torres de telefonia celular, que os capturam, amplificam e enviam para outra torre ao seu alcance, geralmente a vários quilômetros de distância. Essas torres podem transmitir os sinais de torre em torre até atingirem o alcance do outro usuário, para que o sinal possa ser enviado ao seu telefone. Essas torres são construídas em grandes redes ou células – de onde vem o nome “telefone celular” – e são projetadas para trocar automaticamente o sinal de torre para torre à medida que os usuários se movem pela rede.

Sinais digitais

A princípio, os telefones celulares usavam duas frequências completas para conversar. No entanto, à medida que o número de usuários crescia, os provedores de serviços notavam que rapidamente ficariam sem frequências e inventaram os sinais digitais. Esses sinais codificam dados de som em formato binário e enviam as informações em pacotes, usando várias frequências ao mesmo tempo. Os pacotes são decodificados e transformados em som para a recepção de telefones celulares, o que permite às empresas economizar espaço e tempo.

Áreas de cobertura

Cada provedor de sistema celular possui uma área de cobertura específica ou uma rede de torres celulares que possui seu próprio equipamento, para que possam transmitir sinais celulares. Se um usuário estiver localizado fora dessa rede, provavelmente o telefone não funcionará ou fará roaming, testando outros equipamentos de empresas diferentes, em vez da tecnologia original para a qual foi projetado. Essa é uma das razões pelas quais o roaming é mais caro que as taxas normais de cobertura de telefones celulares.

Referências

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário